Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas

Hoje, dia 16 de março, é celebrado o Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas. A data foi instituída em 2011 pela Lei nº 12.533 e tem como objetivo chamar a atenção da população brasileira e das instituições sobre a necessidade de mudarmos nossos hábitos com ações que diminuam o impacto dessas mudanças em nosso planeta.


Mas que mudanças climáticas são essas?


São alterações que acontecem no clima da Terra e podem ser causadas por eventos naturais e também pelas atividades antrópicas (humanas). O grande problema é que as ações humanas têm aumentado e intensificado drasticamente essas alterações.


Um dos maiores vilões é o aumento da emissão de gases na atmosfera (como o dióxido de carbono, famoso CO2), causando aquecimento global. Esse excesso de CO2 liberado em nosso planeta é resultado principalmente da queima de combustíveis fósseis (como a gasolina, carvão, diesel), pelo desmatamento, por queima de florestas, entre outros fatores.


E isso é só o começo...


O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC em inglês), iniciativa criada por cientistas do mundo inteiro que buscam divulgar os conhecimentos sobre as mudanças climáticas globais, apresentaram um relatório especial em 2018 informando que as atividades humanas têm causado um aumento de aproximadamente 1ºC na temperatura média da Terra e, estima-se que entre 2030 a 2050 o número aumente para 1,5ºC caso nossas ações continuem nesse ritmo.


E quais são os impactos dessas mudanças? As respostas não são animadoras.


Segundo os especialistas, o nível do mar tem aumentado nas últimas décadas, derretimento das geleiras, intensificação da temperatura nos períodos de chuva e de seca, maior frequência de desastres naturais (como terríveis furacões, enchentes e secas), desertificação, além de perda da biodiversidade com a extinção de espécies, entre outras consequências nada legais e que nos afetam direta e indiretamente.


Então, o que podemos fazer para amenizar e diminuir esses efeitos?


Parece um pouco clichê, mas isso é um trabalho de formiguinha, com cada um fazendo a sua parte, utilizando os recursos naturais com responsabilidade! A contribuição para a redução desses efeitos pode vir de ações simples como: reduzir o consumo de energias (priorizando atividades que diminuam a emissão de gases); uso consciente da água e dos alimentos, evitando desperdícios; diminuir o uso de descartáveis plásticos; reciclar sempre que possível; entre outras maneiras que fazem a diferença quando realizadas em coletivo.


Precisamos entender que na natureza tudo está interligado e que nós fazemos parte dela. Por isso, entender esses impactos e compreender a necessidade de mudanças em nossas ações e comportamentos diários é fundamental e importante não só para nós e nossa subsistência, mas também para toda a vida na Terra e para o equilíbrio do planeta.


Cuidar do planeta é responsabilidade de todos nós!


- -


O Projeto Caiman é uma realização:


- Instituto Marcos Daniel; @imdbrasil


- Projeto Caiman; @projetocaiman


Patrocínio:

- ArcelorMittal Tubarão; @arcelormittaltubarao


Parceira:

- Instituto Últimos Refúgios; @ultimosrefugios


Apoio:

- Prefeitura Municipal de Vitória; @vitoriaonline


Texto:

- Thayna Raymundo; @_srthay

- Lucas Yu; @lucassyu


Ilustração:

- Lucas Yu


Fotografias:

- Leonardo Merçon; @leonardomercon


#conscientização #mudançasclimáticas #natureza #conservação #caimanlatirostris #meioambiente #educaçãoambiental #nature

SIGA A GENTE

ENDEREÇO & CONTATO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Facebook - Instituto Marcos Daniel
  • Instagram - Instituto Marcos Daniel

Rua Misael Pedreira da Silva, 98, Sala 902, Santa Lucia, Vitória, ES, CEP 29056230

Facebook

Instagram