SOBRE O INSTITUTO

SAÚDE UNICA:

Saúde humana, animal e ambiental

O Instituto Marcos Daniel é uma associação privada sem fins lucrativos qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de interesse Público), localizado em Vitória, Espírito Santo, Brasil.

 

Foi fundado sem 15 de setembro de 2004 e presidido pelo ilustre médico capixaba Marcos Daniel Santos, até o seu falecimento em 2006. Como tudo em que ele se propôs a fazer durante a sua vida, o IMD preza pelos valores éticos e o amor ao próximo, como a principal motivação das suas ações.

 

Inicialmente voltado para a pesquisa em saúde humana e animal, o IMD consolidou-se como centro formador de talentos voltados para a conservação da natureza baseado nos conceitos da Medicina da Conservação e nos princípios de Manhatan que estabelecem o conceito One World – One Health, que compreendem a saúde como a interação entre a saúde humana, animal e ambiental.

 

O foco de atuação do IMD é a elaboração e execução de projetos de conservação da biodiversidade e a formação de multiplicadores para a conservação da natureza, agindo localmente, mas pensando globalmente. Neste propósito, temos contado com o apoio institucional de diversos órgãos públicos, universidades, ONGs e empresas, formando uma rede de elevado capital social e ampla capilaridade na sociedade.

Contribuir para a conservação da biodiversidade, gerando conhecimento científico, boas práticas, comunicando e estimulando a promoção de uma sociedade sustentável.

VISÃO

MISSÃO

Ser reconhecido pela sociedade como instituição brasileira de excelência, formado por pessoas comprometidas na gestão de pesquisas e projetos de conservação socioambiental em um prazo de 10 anos.

VALORES

Comprometimento; Acolhimento;

Ética; Criatividade; Inovação.

QUEM SOMOS

MARCELO RENAN DE DEUS SANTOS, D.SC
Presidente do Instituto Marcos Daniel

Desde criança, Marcelo Renan tem uma ligação especial com a vida selvagem. Aprendeu com seu avô Sebastião, que era um fazendeiro de cacau, a respeitar e dar valor as coisas simples da natureza. Foi em uma floresta de cacau cabruca que deu seus primeiros passos na Mata Atlântica. Após a graduação, foi convidado pelo projeto TAMAR a estudar a hematologia de tartarugas marinhas e nunca mais parou. Formou-se bacharel em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (1995) com especialização em Genética e Biologia Molecular pela Universidade Estadual Santa Cruz (2000), especialização em ensino médico pela Universidade de Havana (2001), mestrado em Biologia Animal pela Universidade Federal do Espírito Santo (2005). Em 2015 conclui o doutorado em Ecologia de Ecossistemas estudando a relação entre poluentes específicos e a ocorrência de fibropapilomatose em tartarugas marinhas. Em 2004 fundou junto com seu pai o Instituto Marcos Daniel, do qual é presidente. Foi professor da Universidade Vila Velha de 1999 a 2020, tendo sido coordenador pedagógico do curso de medicina veterinária de 2001 a 2012. Tem experiência na área de Patologia Clínica veterinária, ecotoxicologia, medicina da conservação e conservação de biodiversidade, atuando principalmente nos seguintes temas hematologia, bioquímica e contaminantes em tartarugas marinhas, conservação de fauna e programas de conservação. Atua também como Coordenador do Projeto Chelonia Mydas e do Programa de Conservação da Saíra-apunhalada.

YHURI CARDOSO NÓBREGA
Médico Veterinário e Coordenador do Projeto Caiman

Desde muito jovem Yhuri possui uma ligação intensa com a natureza. Durante a graduação em Medicina Veterinária descobriu que deveria dedicar sua vida a conservação dos jacarés e a biodiversidade brasileira. "Cria" do Instituto Marcos Daniel, ao longa da sua graduação desenvolveu diversos projetos relacionados a Medicina da conservação na Amazônia, Pantanal e especialmente na Mata Atlântica, sempre relacionado aos jacarés.

Após a graduação em medicina veterinária, participou da fundação e implementação do Projeto Caiman: Jacarés da Mata Atlântica, no IMD.

Yhuri Cardoso Nóbrega é Médico Veterinário, Mestre em Ciência Animal e Doutorando do programa de Ecologia de Ecossistemas da Universidade de Vila Velha UVV - ES. Possui experiência em Saúde de Fauna Silvestre in situ e Medicina da Conservação, com foco em Crocodilianos e Testudines. Atualmente é Médico Veterinário e Pesquisador do Instituto de Ensino, Pesquisa e Preservação Ambiental Marcos Daniel - IMD; Coordenador do Projeto Caiman: Pesquisa e Conservação de Jacarés da Mata Atlântica e Conselheiro da Associação Brasileira de Veterinários de Animais Selvagens - ABRAVAS. 

ALAN PIERRE BATISTA VAZ
Administração e Contabilidade

Bacharel em ciências contábeis pela Universidade Federal do Espírito Santo, com foco em contabilidade no 3º setor. Alan é responsável por toda a documentação contábil, fiscal e a gestão administrativa do IMD.