Repost - Ave rara dá as graças no Espírito Santo

Este texto é a reprodução da matéria publicada no dia 03/12/2020 pelo Portal ES360, disponível em: Ave rara dá as graças no Espírito Santo - ES360


O Espírito Santo possui uma avis rara como se dizia em latim. Algo dificílimo de achar, um tesouro que qualquer explorador naturalista do século XVIII arriscaria a vida para encontrar e descrever. Quem conseguiu esse feito foi Jean de Roure em 1870, cujo nome virou o sobrenome de uma das aves mais raras de todo o mundo, senão, a mais rara Nemosia rourei, ou saíra-apunhalada. Como todos os naturalistas faziam, a ave empalhada foi para Berlim, na Alemanha, onde foi batizada com seu nome e está lá até hoje em uma gaveta de museu com a etiqueta MNHB 20326.


Saíra-apunhalada. Foto: Joao Linhares


A saíra-apunhalada é um pássaro miúdo e belo com as costas cinza e pretas, com seu ventre branco que contrasta com a sua linda garganta vermelha. Quem a encarar, poderá notar seus olhos vivos e amarelo-ouro. É uma espécie de extrema raridade e restrita a matas bem preservadas da Ma