SEGUE A GENTE

ENDEREÇO & CONTATO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  • Facebook - Instituto Marcos Daniel
  • Instagram - Instituto Marcos Daniel

Av. Eugênio Pachêco de Queirós, s/n

Jardim Camburi | Vitória-ES

CEP 29090-160 | Tel: (27) 3237-2405

Please reload

Facebook

Instagram

Please reload

Artigos Recentes

Jacarés urbanos: O que precisamos saber?

October 16, 2019

 

Quando nos deparamos com qualquer animal silvestre em ambiente urbano, surge sempre a mesma pergunta: como eles vieram parar aqui? Primeiramente, temos que ter o entendimento que os animais estavam ali antes dos seres humanos chegarem. As cidades, geralmente, são desenvolvidas no entorno de córregos, rios e lagoas.

 

Conforme vão crescendo, inúmeros impactos vão sendo gerados, como a remoção da vegetação no entorno dos corpos d’água, canalização, represamento, despejo de esgoto, entre outros impactos.

 

Apesar disso, muitos animais conseguem se adaptar em ambientes urbanos, como algumas aves, pequenos mamíferos e até grandes répteis como cobras e jacarés. É relativamente comum encontrarmos animais silvestres nos centros urbanos quando tentam se movimentar entre os fragmentos de vegetação.

 

Por exemplo, é fácil ver macacos atravessando as ruas por meio da rede elétrica (nada seguro para eles). Já os jacarés utilizam, preferencialmente, os corpos d’água para se movimentarem.

 

Ora, se os jacarés utilizam os rios e córregos para se movimentarem, como eles vieram parar na minha rua?

 

Os jacarés são animais semi-aquáticos – utilizam tanto ambiente terrestre quanto aquático – e podem ser encontrados em todo tipo de corpo d ́água; córregos, rios, áreas pantanosas e às vezes até no mar.

 

Como esses animais podem se movimentar por terra, é comum nas cidades, principalmente em período de chuvas, os jacarés serem avistados ou até mesmo capturados pela população. Nessa hora que as perguntas surgem. Como ele chegou ali? O que eles tão comendo? Quais os riscos para as pessoas?

 

Os jacarés comem, acasalam e passam maior parte do tempo dentro dos corpos d’água. Em terra eles se movimentam, constroem seus ninhos e tomam sol para se esquentar.

 

Mesmo com tantas modificações causadas pela urbanização, ainda assim, esse ambiente é a casa deles.

 

Os jacarés são oportunistas e generalistas, comem desde insetos até mamíferos. Vai depender do que há disponível para eles comerem naquele ambiente. Infelizmente,em vários lugares do Brasil, estudos têm registrado presença de lixo de todo tipo no estômago dos jacarés  até pedaços de vidro, o que pode levar o animal a óbito.

 

 

Mas quais os riscos para as pessoas com os jacarés nas cidades?

 

Nenhum, desde que o animal seja respeitado!! 

 

Os jacarés sempre preferem fugir do que atacar. Caso você aviste um jacaré mantenha a calma e não tente capturá-lo. Mesmo sendo pequeno sua mordida pode causar ferimento ou até uma infecção.

 

Chame algum dos órgãos responsáveis da sua cidade, pode ser os bombeiros, polícia ambiental ou projetos que atuem na proteção. Por exemplo, na Grande Vitória, ligue para o Projeto Caiman pelo telefone 27 99818-3188.

 

Não MATE!!!

 

Matar animais silvestres é crime (Lei nº 5.197, de 3 de janeiro de 1967). Caso queira observar, fotografar ou filmar, faça isso a uma distância segura! Não deixe seus cães e gatos chegarem perto do jacaré, pois podem se machucar.

 

Lembre-se de que os jacarés fazem parte da nossa fauna e tem importante papel ecológico no meio ambiente. Como esses animais são predadores, ajudam a manter o equilíbrio da cadeia alimentar controlando populações de outros animais, como ratos, caramujos, peixes invasores, entre outros.

 

Devido à expansão das cidades, os espaços que antes eram ocupados por estes animais, estão ficando cada vez mais restritos pondo em risco a sobrevivência, não só dos jacarés, mas também de diversos animais silvestres.

 

Não se esqueça, se o jacaré não for incomodado, ele não fará mal a ninguém.

 

Para resgate de jacaré ligue: 27 99818-3188

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload